Sessão Outubro 2019

15 de outubro de 2019 | Anf. 6.1.36 | 17:00

“As razões por trás das coisas: Cenários de modelação matemática”

Susana Carreira, Univ. Algarve & UIDEF, IE, ULisboa

Resumo:

Nesta sessão teremos oportunidade de analisar exemplos de situações, problemas e engenhos que fazem parte do mundo real e de compreender um pouco mais sobre a Matemática envolvida na sua construção. Muitos dos engenhos, artefactos, e objetos com que interagimos diariamente têm uma boa razão para ser como são…

E esta será uma oportunidade para explorar e conhecer um pouco da razão matemática que os faz como são. Por meio da modelação matemática, iremos analisar as razões matemáticas por trás de algumas situações reais.

Novas sessões do ciclo

O ciclo de palestras “Matemática às Terças” tem nova edição em 2019/20.

As sessões previstas, na terceira terça-feira de cada mês, no Anfiteatro 6.1.36, salvo aviso em contrário, serão

  • 15 de outubro – 17h – Susana Carreira – UAlgarve e UIDEF, IE-Ulisboa

As razões por trás das coisas: Cenários de modelação matemática     

  • 19 de novembro – 17h – Luis Trabucho – DM, FCT-UNL

“Leonardo da Vinci — Artista e Cientista” 

[Esta sessão terá lugar no Anf. 8.2.30]

  • 21 de janeiro – 17h – TBA

“TBA” 

  • 18 de fevereiro – 17h – TBA


“TBA”

  • 17 de março -17h – TBA


“TBA”

  • 21 de abril -17h – TBA

“TBA”

Sessão Março 2019

19 de março de 2019 | Anf. 6.1.36 | 16:30

“De Hiparco e Ptolomeu até Fourier e Simpson”

Henrique Leitão (DHFC Ciências ULisboa)

Resumo:

A palavra “planeta” vem do grego e quer dizer “vagabundo”. Planetas eram, para os gregos antigos, uns astros vagabundos.

E eram-no porque o seu movimento, observado ao longo de dias e semanas, apresenta um comportamento muito estranho, A imagem aqui ao lado mostra o movimento do planeta Marte ao longo de vários dias, exibindo uma retrogradação, isto é, uma mudança do sentido da deslocação.

Um dos grandes problemas da astronomia grega foi desenvolver modelos matemáticos que reproduzissem este tipo de movimento. As soluções encontradas pelos gregos, muito em especial por Ptolomeu, são muito engenhosas e interessantes de estudar. O que os gregos não podiam imaginar é que, muitos séculos depois, essas ideias teriam desenvolvimentos inesperados.

Nesta palestra falaremos deste assunto, numa história que vai deste Hiparco e Ptolomeu até Fourier e Simpson.

Sessão Fevereiro 2019

19 de fevereiro de 2019 | Anf. 6.1.36 | 16:30

“Proporções na Arquitetura”

Lurdes Figueiral (Escola Artística de Soares dos Reis, Porto; APM)

Resumo:

Na nossa cultura, a busca da beleza esteve desde muito cedo estreitamente relacionada com regularidades numéricas e proporções.

Nesta apresentação proponho-me fazer uma breve viagem a esta busca, de Pitágoras aos nossos dias, com especial incidência no renascimento. Faço-o acompanhada por matemáticos e filósofos, mas sobretudo por aqueles que procuraram as suas concretizações nos tratados de arquitetura, especialmente Vitrúvio, Alberti e Palladio.

Por fim, salto ao século XX e retomo essa mesma questão com a ajuda de Le Corbusier, Hans van der Laan, Vera Spinadel, entre outros.